quinta-feira, 1 de julho de 2010

A vida não tem dublê

Você fez um milagre?
Então você pensa que é Deus?
Se tem uma coisa de bom na derrota, é que ela nunca é definitiva.
A vida não tem dublê mesmo.
Senta em frente ao computador e vai inventar sua vida, afim de conquistar uma pessoa do outro lado do mundo.
Mal pensa você que sua conquista não passa de uma ilusão de ótica.
Tentando enganar seu cerebro e seus movimentos; se masturba olhando a foto que recebeu semana passada por email.
Vai ver a pessoa que te mandou é gorda e feia que nem a você, e se fantaseia como um galã de holywood, se acostumando na fantasia do seu mundinho brinca de boneca todo dia.
O que tem de bom nessa história?
A melhor maneira de ser várias pessoas sendo uma só, é com a falsidade.
Então FANTOCHE, bem vindo ao clube!
Meu abraço é quente, e se você não aceitar te dou um sorriso sarcástico com uma pitada de fidelidade.
E grito gol, porque aqui no país do futebol derrubou é PENALTY.

Olha a OLÂÂÂââââÂÂââÂÂââ BRASILSILSILsilsilsilsillllllllllll......


Auíri Tiago em ritmo de descanso

11 comentários:

Anthony Dostoiévski disse...

É verdade meu rei. A vida não tem dublê, até o nosso EU, é nois.
Bela visão do mundo atual meu caro amigo...

abraço e belo texto.

Natália disse...

Sem dublê mesmo, mas bem que poderia ter em algumas situações! bj

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Sim, meu querido! A Vida não tem dublê! E quem é sincero, mostra a sua cara. Estou com você. Mostre a sua.
Boa postagem!
Tenha Bons dias*


É urgente o amor.

É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,

ódio, solidão e crueldade,

alguns lamentos,

muitas espadas.



É urgente inventar alegria,

multiplicar os beijos, as searas,

é urgente descobrir rosas e rios

e manhãs claras.



Cai o silêncio nos ombros e a luz

impura, até doer.

É urgente o amor, é urgente

permanecer.
Eugénio de Andrade******
Estive e ainda muito adoecida, por isso não vim aqui, e só posso seguir 300 blogs peolo Google, fora os que eu sigo pelo Twitter. O que faço? Sou forçada a optar, porque quem é solidário. Veja bem: solidariedade é ato espontâneo, não lhe cobro nada, como nunca lhe cobrei.
Beijos, Auri*
Renata

Ruby disse...

A vida não tem dublê. Adorei essa frase verdadeira. Adorei esse post abaixo, é lindo não só pela mensagem, mas pelas cores também. Criativo demais!

Leca disse...

"...Quem nos deu asas para andar de rastos?
Quem nos deu olhos para ver os astros
Sem nos dar braços para os alcançar?!..."
Lindo né...é Florbela Espanca...
Que flutua no meu blog...
E espera por você...
Beijos...
Leca...

Carol Garcia disse...

SUAHSUH aqui derrubou é penalti mesmo,,]
e a vida se tivesse duble seria mto chato, não aprenderíamos nem melhoraríamos em nada.
bjs *-*

Srtª Elis° disse...

infelismente......ela e breve....


xerinhos!

Lilianne Mirian' disse...

- ISSO TUDO EM RITMO DE DESCANSO??
QUE FODA!

Beijo'

Adryana Araújo disse...

Nesta dura, porém, bela realidade, somos dublês de nós mesmos.
Um abraço!

Élide Elen disse...

A vida não tem dublê, o que algumas vezes a tornaria mais fácil.
Por isso é importante viver intensamente e cautelosamente.

Beijos!

Anônimo disse...

I advise to you to visit a site on which there are many articles on a theme interesting you.