sexta-feira, 18 de abril de 2008

Sobre o sentimento...PARTE 1

Sinto me inútil durante as horas vagas
basta um olhar para que possa voltar
a sensação de nostalgia quando bebia água
na fonte da sua saliva.
Quero buscar as borboletas que estão dentro
da minha barriga quando necessito saciar
a sede do futuro nas histórias do passado!
Viro idéia sem pé nem cabeça.
(porque as minhas nem andam mais)
Sigo em direção contrária as habituais.
Quero ser ouvido e julgado.
Coloco minha roupa nova para temer o exército do medo.
Provo um grão do seu beijo em delírios sem febres
Quero dormir olhando seus olhos.

Acorde!!

Nossa distancia é apenas o que os seus olhos podem ver!!!



luz


Auíri Tiago

15 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Resgatar o frio na barriga e superar distancias são um desfio, sempre.

obrigado pela visita.

Frau Dias disse...

o que sera que tentou falar?
1.sobre mim?
2.de ti?


beijo!

cogumela =) disse...

Me lembrou um pouco Alvares de Azevedo.

Gostei mesmo!

bjoo

Palavras de um mundo incerto disse...

Meu amigo, Auíri!

Muito obrigado pelos elogios as minhas poesias. Amei a sua. Desculpe pela ausência minha em seu blog. Não estou com INTERNET em casa. Por enquando posto da LAN House.

Mas valeu pelo carinho, pela leitura de minhas poesias.

Um abrAço pra ti E UM bom finde!!!


Marcos Ster

Amanda disse...

"Nossa distancia é apenas o que os seus olhos podem ver!!!" Esta frase que tu colocou, me lembrou algo que eu disse a uma pessoa nesta semana... Parece que tu leu meus pensamentos e colocou aqui. Adorei mesmo!

Tina disse...

Olá!

Lindos versos, gostei mesmo. As vezes faz um bem danado ."seguir em direção contrária às habituais..."

beijos e obrigada pela visita. A porta está aberta.

bom fim de semana!

Nataliinha disse...

Ai, ameii a tua poesia ...
Me fez sentir leve sabe ??

Vou até te favoritar pra voltar smp !

Bjs =)

Wolf_Angel disse...

"olha só o que eu te escrevi: é preciso força pra sonhar e perceber que estrada vai além do que se vê..."

então vamos!!
com delírio, com febre, com açúcar, com afeto... Saciando a sede de histórias numa fonte inesgotável de poesia e diversão.

sopros de luz!
=***

Wolf_Angel disse...

"olha só o que eu te escrevi: é preciso força pra sonhar e perceber que estrada vai além do que se vê..."

então vamos!!
com delírio, com febre, com açúcar, com afeto... Saciando a sede de histórias numa fonte inesgotável de poesia e diversão.

sopros de luz!
=***

FINA FLOR disse...

gostei da idéia da roupa nova para enfrentar o exercito do medo.

beijos, querido

MM.

ps: nem sempre nossos olhos vêem violetas........

candy disse...

Que linda poesia!
gostosa de ler, romântica sem ser piegas...
e ahhh, a distância
=/

*ah, sobre meu pai: daqui a pc ele vai sentir as mudanças sim, mas acho q ele nao vai gostar muito não. O.O

Bom domingo
;****

Nuno´s alter-ego disse...

Butterflies in the stomach...

Reticências disse...

Lindo!!!
Lendo "a sede do futuro nas histórias do passado!" com Feist cantando Past in Present ficou mais bonito ainda.
Abçs moço.

Cristal disse...

Uhuuuuu,
Um viva para os sentimentos bons, então!!!
Tu merece se apaixonar, se apaixonar de novo, e de novo, e novamente... e ser muito feliz!!!
Uma ótima semana pra ti...

Menina da Imprensa disse...

Bonito, como muitos disserem, mas principalmente sensível...
Obrigada pela visita...
Smaaacks